Organizações e movimentos defendem florestas fora de mercados de carbono em carta ao governo brasileiro

Organizações e movimentos defendem florestas fora de mercados de carbono em carta ao governo brasileiro

Mudanças colocariam em risco a integridade ambiental do país e do planeta, além da arquitetura do Acordo de Paris

São Paulo, 12 de julho – Mais de 50 organizações e movimentos sociais brasileiros que atuam em pautas relacionadas a meio ambiente, direitos humanos, direitos dos trabalhadores, povos indígenas e povos e comunidades tradicionais protocolaram no Ministério do Meio Ambiente e no Ministério das Relações Exteriores a “Carta em defesa da posição histórica do Brasil sobre offsets florestais”. Trata-se de uma reação a tentativas de viabilizar o uso de florestas em mercados de compensação de emissões de carbono (offsets), medida vista como falsa solução ao desafio das mudanças climáticas.  .

“Alguns atores têm usado o momento de negociação da implementação do Acordo de Paris, a crise política e a turbulência econômica pela qual o país e o mundo passam como pretexto para demandar medidas a favor de offsets”, afirmam as organizações. Segundo elas, o esforço beneficiaria aqueles que continuariam emitindo gases de efeito estufa ou receberiam recursos mobilizados, mas traria graves conseqüências para o Brasil e o mundo.

Na Carta, elas apontam oito justificativas para considerar os offsets florestais uma medida que apenas agravaria a crise climática. Entre os argumentos, está a falsa equivalência entre o carbono emitido por combustíveis fósseis e o capturado pelas árvores; o aprofundamento de desigualdades; e o fato de que a compensação via offsets geraria incentivos para países segurarem a ambição de suas metas de redução de emissões perante a ONU.

Desta forma, as signatárias defendem o posicionamento histórico do Brasil de não considerar projetos de redução de desmatamento, conservação e recuperação de florestas elegíveis para a geração de créditos de carbono. “Não podemos desviar a atenção das verdadeiras soluções e das políticas necessárias de enfrentamento à crise climática”, afirmam.

A Carta na íntegra pode ser encontrada clicando aqui: PDF

Parceiros
004cpp parceiros2 014mst 010logo_koinonia+actaliança1-1024x549 006fase 004cnbb 009jubileu-logo-final-vertical-832x1024 logo_cersa_web 012mmc 013MPA Titulo 011meb 003CIMI 001ASA logo_ibase_web 007fian 002cais1 005cpt 008IRlogo_blue_white_hires-1024x310 008IRlogo_blue_white_hires1-1024x310 002caritas_brasileira
001ASA 002caritas_brasileira 003CIMI 004cnbb 005cpt 006fase 007fian 008IRlogo_blue_white_hires-1024x310 009jubileu-logo-final-vertical-832x1024 010logo_koinonia+actaliança1-1024x549 002cais1 011meb 012mmc 013MPA 014mst 004cpp 008IRlogo_blue_white_hires1-1024x310 Titulo parceiros2 logo_ibase_web logo_cersa_web
011meb 004cpp 012mmc Titulo 014mst 004cnbb 006fase 013MPA 010logo_koinonia+actaliança1-1024x549 logo_ibase_web 003CIMI 007fian logo_cersa_web parceiros2 005cpt 008IRlogo_blue_white_hires1-1024x310 008IRlogo_blue_white_hires-1024x310 009jubileu-logo-final-vertical-832x1024 001ASA 002cais1 002caritas_brasileira

Copyrigth © 2012. Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social
Endereço:SGAN 905 - Conjunto B - Sala 03 - CEP: 70790-050 Brasília-DF
Tel:+55(61) 3447 8722
email: fclimaticas@gmail.com
Skype:fclimaticas

desenvolvido por:Sydtec Designer Exilado