A questão da água nas periferias de Fortaleza.

_limpeza_de_canais_e_lagoas

 

(prefeitura de fortaleza intervindo na Lagoa da Rosinha, em Fortaleza com o uso de retroescavadeira)

Fortaleza é uma cidade entre rios, lagoas e litoral. Nossas lagoas estão em estado de assoreamento e algumas já nem existem mais, diante da lógica dos grandes empreendimentos, como foi o caso da lagoa da Rosinha, na Serrinha (bairro de Fortaleza) que hoje está aterrada para dar lugar ao supermercado de atacado.

Temos uma situação muito séria se agravando entorno da questão da água com desafios para os movimentos e coletivos socioambientais na cidade, diante da luta contra os grandes grupos econômicos e agenciados pelo Estado.

Na visão dos governos, a água é uma questão para a lógica de desenvolvimento e para os grupos econômicos; uma oportunidade lucrativa que torna cada vez mais a água uma mercadoria a pressionar os governos para lógica da privatização.

Nossos rios vêm sendo atacados pela especulação imobiliária e pelas gestões político-administrativas que não protegem esses ecossistemas contrariando o que diz a lei. Infelizmente, acompanhamos o contrário: o Estado favorece o capital imobiliário da cidade em troca de favores e politicagem.

Nós estamos denunciando e cobrando do poder publico a fiscalização e manutenção desses espaços.

Na Serrinha, fizemos um ato para exigir da prefeitura a manutenção e revitalização dos chafarizes populares.

No Grande Jangurussu, lutamos pela revitalização da Lagoa da Pedra (Conjunto São Cristovão)  e pela barragem do Cocó (Conjunto Palmeiras).

Acreditamos que se faz necessário colocar nas agendas dos movimentos sociais e nas organizações da esquerda a luta sócio ambiental no meio urbano,  como grande desafio para a sustentabilidade e justiça social.

Nossa pauta é em defesa de comunidades tradicionais, como a luta da comunidade Casa de Farinha e Boca da Barra, no bairro Sabiaguaba, também em Fortaleza. Lutamos também pela revitalização das lagos e rios em territórios socialmente vulneráveis, como Rio Manguarapinho e  rio Cocó e pelo saneamento básico nas comunidades da periferia que não tem esse direito essencial à vida.

Contra qualquer gentrificação social e remoção de comunidades.

Pelo direito à cidade.

Coletivo sócio ambiental Jangu

 

Parceiros
002cais1 009jubileu-logo-final-vertical-832x1024 008IRlogo_blue_white_hires1-1024x310 006fase parceiros2 014mst 003CIMI 004cnbb 013MPA Titulo logo_cersa_web 008IRlogo_blue_white_hires-1024x310 logo_ibase_web 007fian 012mmc 004cpp 011meb 002caritas_brasileira 005cpt 010logo_koinonia+actaliança1-1024x549 001ASA
001ASA 002caritas_brasileira 003CIMI 004cnbb 005cpt 006fase 007fian 008IRlogo_blue_white_hires-1024x310 009jubileu-logo-final-vertical-832x1024 010logo_koinonia+actaliança1-1024x549 002cais1 011meb 012mmc 013MPA 014mst 004cpp 008IRlogo_blue_white_hires1-1024x310 Titulo parceiros2 logo_ibase_web logo_cersa_web
013MPA 001ASA Titulo 014mst logo_cersa_web 006fase 012mmc logo_ibase_web 010logo_koinonia+actaliança1-1024x549 008IRlogo_blue_white_hires-1024x310 002caritas_brasileira 008IRlogo_blue_white_hires1-1024x310 004cpp 002cais1 009jubileu-logo-final-vertical-832x1024 011meb 003CIMI 005cpt 007fian 004cnbb parceiros2

Copyrigth © 2012. Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social
Endereço:SGAN 905 - Conjunto B - Sala 03 - CEP: 70790-050 Brasília-DF
Tel:+55(61) 3447 8722
email: fclimaticas@gmail.com
Skype:fclimaticas

desenvolvido por:Sydtec Designer Exilado